Atividades Extras


Dança
A dança é uma atividade física completa, que proporciona diversos benefícios para as crianças: Estimula a coordenação motora: os exercícios trabalham as diferentes partes do corpo, ajudando no conhecimento corporal da criança.

Usa a criatividade: o trabalho cênico é constante na aula. Um passo simples pode virar uma história. Durante toda a aula a criatividade e a imaginação estarão sendo usadas. A arte está presente em todo momento no Ballet.

Interação social: a dança ajuda a combater a inibição da criança, deixando-a mais “solta” e ajudando no desenvolvimento social. Estimula a autoconfiança e a autoestima.

Disciplina: a aula é uma parte divertida do dia, mas as alunas aprendem a diferenciar a hora de brincar e a hora de prestar atenção na professora. Isso auxilia no desenvolvimento escolar da criança no futuro.

Melhoras corporais: a postura correta é pedida em todo decorrer da aula, auxiliando na correção de possíveis problemas de postura e ajuda a preveni-los, além de aumentar a resistência corporal e a flexibilidade.

Judô
O Judô é uma arte marcial de origem japonesa e tem como principal objetivo derrubar o adversário e conseguir a vitória utilizando o próprio corpo e os movimentos do oponente para que esta meta seja atingida. Um dos primeiros aprendizados do judoca é cair no chão sem se machucar, bem como se posicionar de maneira favorável para si próprio sem precisar usar uma força exacerbada. Sendo assim, chutes, empurrões e socos são estritamente proibidos nesta arte marcial. O praticante desta arte marcial entende que o fortalecimento do seu corpo e da sua mente são igualmente importantes e jamais usará o Judô de maneira desonesta em favor próprio.

Vale lembrar que não existe uma idade para iniciar nesta modalidade esportiva que proporciona muitos benefícios:

  1. Ganho de Condicionamento Físico - Além de desenvolver força, o judoca ganha muito condicionamento físico e controle sobre o seu corpo. Quem pratica judô fortalece abdômen, pernas, braços e diversos músculos.

  2. Aumenta o Desempenho Cerebral e Disciplina - Podemos considerar que o Judô é um grande tabuleiro de xadrez, onde a sua posição vai definir a sua vitória. Esta arte marcial contribui essencialmente para potencializar o raciocínio lógico, paciência e autocontrole. A disciplina é muito importante dentro do tatame e fora dele.

  3. Estimula o Respeito - Desde cedo, a criança aprende que o respeito pelo seu mestre e pelo seu adversário é elementar.

  4. Desenvolve a Capacidade de Analisar a Realidade - O judô estimula ao atleta a compreender que quando a sua realidade não é favorável, é necessário mudar isso. O judoca aprende a derrotar o seu oponente sem quebrar as regras. Ou seja, ele descobre que o quanto antes ele conseguir entender a realidade do momento, melhor para ele.

  5. Desenvolve Valores Primordiais Para o Ser Humano - Honestidade, civilidade, humildade, solidariedade e respeito são características dos judocas que se dedicam de verdade em prol desta arte marcial. Se algo difere desta verdade, o judoca não estará totalmente sintonizado com a filosofia do Judô.

Escolinha de Futebol

  1. Saúde Não são poucas as vantagens em termos de saúde do organismo que o proporciona. Jogando futebol, a criança aumenta a potência muscular das pernas; aumenta a densidade óssea femural; incrementa o nível de testosterona, que faz com que se forme mais tecido muscular; oxigena o sangue; reduz o risco de depressão e melhora a função cardiovascular.

  2. Sociabilização Jogar futebol é uma ótima maneira do seu filho interagir com outras crianças. Esportes coletivos combatem a introversão e são uma boa oportunidade do pequeno aprender a trabalhar em equipe. O menino (ou menina, claro!) que gosta de jogar bola está sempre arranjando um jeito de convidar os amigos para jogarem junto, e depois da partida comentam as jogadas que aconteceram.

  3. Responsabilidade O esporte é diversão, mas matricular o filho em uma escolinha de futebol também ensina a ter disciplina, afinal trata-se de um jogo com regras a serem seguidas. Se ele faz uma falta desleal, por exemplo, é punido com cartão, o que o ensina a não repetir o ato. O jogo em equipe também é uma responsabilidade, pois ninguém ganha ou perde sozinho.

  4. Inteligência O futebol aprimora a coordenação motora da criança, e não apenas isso. O jovem aprende a ter uma visão periférica e planejar cada jogada rapidamente, estimulando diversas partes do cérebro. Também é possível desenvolver a capacidade de liderança perante os demais jogadores do seu time, que devem atuar em conjunto para a obtenção de um resultado: a vitória.

  5. Diversão Não esqueçamos que esse é, talvez, o fator mais importante. São poucas as crianças que não gostam de praticar esportes e, para falar a verdade, adultos também. O futebol é a paixão nacional dos brasileiros, e todos conhecem as suas regras. É fácil arranjar companheiros para a sua prática, que, quando exercitada com regularidade, deixa a criança muito mais feliz.